A Redepetro transporta energia para distribuir o progresso.

A Redepetro liderou a fundação do Polo de Petróleo de Ribeirão Preto e vem, desde então, investindo em inovação e qualidade de distribuição, para ser a parceira ideal dos postos de combustíveis independentes.

Nossa história

Linha do tempo:

linha_tempo_2016É inaugurado o primeiro posto da rede Attis na cidade de Guariba.

IMG_5809A Redepetro inova e lança o projeto de uma nova rede de postos em Ribeirão Preto e região, que irá unir a qualidade dos serviços Redepetro à qualidade dos combustíveis Petrobras num modelo único e de grandes vantagens aos parceiros. Nasce, assim, a Rede Attis.

Acontece a palestra da Petrobras, no auditório da base da Redepetro, sobre Novos Combustíveis e Qualidade de Segmento.

Neste ano, aconteceram as palestras no auditório dentro da base da Redepetro. A primeira palestra traz o supervisor nacional da Petrobras para falar sobre qualidade e, em seguida, acontece a palestra da ANP. No mesmo ano, inicia-se o projeto de Postos Associados.

Programa Plataforma

Foi realizado o primeiro Programa Plataforma, uma forma diferenciada de agregar mais qualidade aos serviços de distribuição de combustíveis, onde a Redepetro oferece palestras e treinamento de venda aos seus clientes em um ambiente que une um seleto grupo de postos, promovendo uma visão ampla sobre as atividades da distribuidora e da revenda nos postos independentes.

Programa Fórum

Com o intuito de promover um debate construtivo e reflexivo sobre boas práticas na gestão das atividades de postos de combustíveis, foi criado o Programa Fórum, um ponto de encontro entre os donos de Postos e a Redepetro. O principal objetivo do programa é a discussão de tendências e a busca por soluções conjuntas em temas de interesse coletivo. Foi em um destes encontros que surgiu a ideia da criação de uma bandeira com os fundamentos da Rede ATTIS.

Finalização da construção com os ajustes finais do processo de automação e informatização entre a Transpetro (Petrobras) e a Redepetro. Também houve a formação do lastro e as aferições de equipamentos.

1º de junho: realizou-se o primeiro carregamento da base, dando início às operações.

As obras das bases mantiveram-se aceleradas e, em outubro de 2010, foi emitida a primeira nota fiscal da Redepetro, já sediada em Ribeirão Preto.

Os dutos entram em operação, consolidando-se, assim, o Polo de Petróleo Ribeirão Preto: dutos construídos, interligados e em operação; marginal asfaltada, interligando o Polo ao terminal Transpetro. Via José Luiz Galvão é constituída como via pública e a rede elétrica é instalada. Licenças da base ficam prontas (alvará de construção da Prefeitura, Corpo de Bombeiros, licença ambiental de construção e autorização de construção da ANP).

Foram realizadas as obras da marginal, ligando os dispositivos de acesso do Km 329 aos do Km 326, assim, ligando o Polo de Petróleo ao trevo que dá acesso às instalações da Petrobras. Também foi concretizada a interligação física dos dutos, e a Redepetro inicia a construção da base de armazenamento.

Em maio desse ano, foi obtida a licença ambiental de instalação da base. Em junho, foi autorizada pela ANP a construção. Em julho, foram iniciadas as obras de construção dos dutos.

Aconteceu a doação da Via José Luiz Galvão para a Prefeitura e foi iniciada a infraestrutura: acesso ao local, guias e sarjetas e instalação da rede de energia elétrica.

Foi assinado formalmente o acordo prévio de interligação e estruturou-se o polo com cinco empresas: Redepetro, Ruff CJ, Tower Brasil Petróleo, Petroball e a RM Petróleo.

Aprovado o primeiro projeto de construção da base de armazenamento, aprovado em todas as instâncias (Prefeitura, Bombeiro, Petrobras, Transpetro e ANP).

É elaborado o projeto da primeira base de armazenamento e a interligação ao ramal de dutos existentes.

De acordo com o projeto aprovado junto ao meio ambiente, no final de 2002, foi colocado em prática o reflorestamento das áreas, representado hoje por uma área de floresta com mais de 5.000 árvores.

Foi adquirida a área ligada a este ramal da Petrobras. Nesse mesmo ano, foram iniciadas as tratativas junto à prefeitura e ao meio ambiente para viabilizar o Polo de Petróleo de Ribeirão Preto.

Foi em julho de 2000 que a Redepetro recebeu o sinal positivo para interligar seus dutos através do ramal, já existente, no KM 329 do Anel Viário Contorno Norte que chega até o SINDICOM.

sobre-atendimento
sobre-icon1
sobre-icon2
sobre-icon3
sobre-icon4

Com uma administração toda informatizada e um sistema integrado em tempo real, a Redepetro monitora todos os seus processos de perto, desde o carregamento do caminhão-tanque, até a saída do veículo da base. A Redepetro possui sistemas de controles via satélite e informatizados, que realizam toda a operação de bombeio entre a Petrobras e a distribuidora por meio dos dutos para a tancagem. Hoje, a Redepetro opera sua base em Ribeirão Preto e tem pontos de carregamento em Paulínia, Guarulhos e São José dos Campos.

sobre-sindicato
A Redepetro é associada à Brasilcom